Menu

Rádio

www.radiorosamistica.com

Rosa Mística

Evangelho do dia 12/04

12 ABR 2019
12 de Abril de 2019

João 10, 31-42      

 

“Os judeus pegaram pela Segunda vez em pedras para o apedrejar. Disse-lhes Jesus : “Tenho-vos mostrado muitas obras boas da parte de  meu Pai. Por qual destas obras me apedrejais?” Os judeus responderam-lhe: “Não é por causa de alguma boa obra que te queremos apedrejar, mas por uma blasfêmia, porque, sendo homem, te fazes Deus.”

Replicou-lhes Jesus: “Não está escrito na vossa lei: Eu disse; vós sois deuses? Se a lei chama deuses àqueles a quem a palavra de Deus foi dirigida (ora, a Escritura não pode ser desprezada),como acusais de blasfemo aquele a quem o Pai santificou  e enviou ao mundo, porque eu disse: Sou o Filho de Deus?  Se eu não faço as obras de meu Pai, não me creiais. Mas, se eu as faço, e se não quiserdes crer em mim, crede nas minhas obras, para que saibais e reconheçais que o Pai está em mim e eu no Pai.”

Procuraram então prendê-lo, mas ele se esquivou das suas mãos. Ele se retirou novamente para além do Jordão, para o lugar onde João começou a batizar, e lá permaneceu. Muitos foram a ele e diziam: “João não fez milagre algum, mas tudo o que João falou deste homem era verdade.” E muitos acreditaram nele.”

 

Meditando a Palavra

 

“Procuraram prender Jesus, mas ele lhes escapou das suas mãos.”

 

O evangelho de hoje nos ensina que Jesus põe a descoberto as verdadeiras motivações dos dirigentes do povo, por isso eles apelam para violência com a finalidade de calar Jesus e por fim à sua obra. Jesus se retira até o momento em que chegará a sua hora, quando o detiverem para matá-lo.

A saída de Jesus para além do Jordão, lembra uma nova etapa do seu êxodo.

O êxodo definitivo será quando voltar para o Pai e permanecer espiritualmente na vida de cada um da comunidade.

Neste tempo de quaresma precisamos refletir sobre cada passo de Jesus com a intenção de converter o nosso coração para o apelo de Deus, nosso Pai, que é a comunhão geradora de vida. Estar fora desta comunhão nada mais é do que nutrir sentimento de ódio que gera morte através de exclusões, incompreensões e tudo que nega o projeto amoroso do Pai de Jesus, o filho amado. Assim como os dirigentes religiosos não suportaram Jesus, será que nós não precisamos confrontar nossa vida com o projeto de amor do Pai, manifesto em Jesus, para ver se de fato somos fiéis servidores do Reino? Abençoa Senhor a nossa vida e o nosso trabalho. Amém.

Voltar

Rua Souza Dias s/n Lote 325
Icaraí - Niterói - Rio de Janeiro

Rádio Rosa Mística

Tenha também o seu site. É grátis!