Menu

Rádio

www.radiorosamistica.com

Rosa Mística

Evangelho do dia 05/12

05 DEZ 2018
05 de Dezembro de 2018

Mateus 15, 29-37  

 

Naquele tempo, 29Jesus foi para as margens do mar da Galileia, subiu a montanha, e sentou-se. 30Numerosas multidões aproximaram-se dele, levando consigo coxos, aleijados, cegos, mudos, e muitos outros doentes. Então os colocaram aos pés de Jesus. E ele os curou. 31O povo ficou admirado, quando viu os mudos falando, os aleijados sendo curados, os coxos andando e os cegos enxergando. E glorificaram o Deus de Israel. 32Jesus chamou seus discípulos e disse: “Tenho compaixão da multidão, porque já faz três dias que está comigo, e nada tem para comer. Não quero mandá-los embora com fome, para que não desmaiem pelo caminho”.

33Os discípulos disseram: “Onde vamos buscar, neste deserto, tantos pães para saciar tão grande multidão?” 34Jesus perguntou: “Quantos pães tendes?” Eles responderam: “Sete, e alguns peixinhos”. 35E Jesus mandou que a multidão se sentasse pelo chão. 36Depois pegou os sete pães e os peixes, deu graças, partiu-os, e os dava aos discípulos, e os discípulos, às multidões. 37Todos comeram, e ficaram satisfeitos; e encheram sete cestos com os pedaços que sobraram.

 

Meditando a Palavra

 

“Tenho compaixão da  multidão porque já faz três dias que está comigo e não tem o que comer. Não quero despedi-la em jejum, de modo que possa desfalecer pelo caminho.”

 

O evangelho de hoje, tempo do advento, nos ensina que o alimento possui um papel importante na vida do homem e a multiplicação dos pães chama a atenção para o caráter sagrado das refeições feitas em comum em volta de Jesus, o provedor de um alimento que dura para a vida eterna. A multiplicação dos pães, evoca a ceia pascal e o fim dos tempos. “Tendo amado os seus, amou-os até o fim, diz Jesus.” A compaixão de Jesus por aquela multidão mostra o quanto ele nos ama e quer que lutemos para que a esperança da vida não morra em cada um de nós e na vida do mundo.

A compaixão leva Jesus a recolher, a abençoar e a partilhar a ponto de sobrar pães.” Todos comeram e ficaram saciados e ainda recolheram sete cestos dos pedaços que sobraram.”

Fica conosco Senhor, e dá-nos compreender que a tua vinda para perto de nós foi para nos revelar o poder de Deus que cura, alimenta e dá sentido a vida. Sabemos Senhor, que é preciso aprender a lei da partilha que canta o teu amor, por isso te pedimos abençoa a nossa vida e o nosso trabalho. Amém.    

 

Voltar

Rua Souza Dias s/n Lote 325
Icaraí - Niterói - Rio de Janeiro

Rádio Rosa Mística

Tenha também o seu site. É grátis!