Menu

Rádio

www.radiorosamistica.com

Rosa Mística

Evangelho do dia 06/11

06 NOV 2018
06 de Novembro de 2018

Lucas 14, 15-24    

 

“A estas palavras disse a Jesus  um dos convidados: “Feliz daquele que se sentar à mesa no Reino de Deus!”

Respondeu-lhe Jesus: “Um homem deu uma grande ceia e convidou muitas pessoas. E à hora da ceia, enviou seu servo, para dizer aos convidados: Vinde, tudo já está preparado. Mas, todos, um a um, começaram a escusar-se. Disse-lhe o primeiro: Comprei um terreno e preciso sair para vê-lo; rogo-te que me dês por escusado. Disse outro: Comprei cinco juntas de bois e vou experimentá-las ; rogo-te que me dês por escusado. Disse também um outro: Casei-me e por isso não posso ir. Voltou o servo e referiu isto a seu senhor. Então, irado, o pai de família disse a seu servo: Sai, sem demora, pelas praças e pelas ruas da cidade e introduz aqui os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos. Disse o servo: Senhor, está feito como ordenaste e ainda há lugar. O senhor ordenou: Sai pelos caminhos e atalhos e obriga todos a entrar, para que se encha a minha casa. Pois vos digo: nenhum daqueles homens, que foram convidados, provará a minha ceia.”

 

Meditando a Palavra

 

“Vai pelos caminhos e trilhas e obriga as pessoas a entrarem, para que a minha casa fique repleta.”

 

O evangelho de hoje nos ensina que a vontade de Deus é que todos participem do banquete. Mas da parte dos homens só os que aceitarem o convite.

Muitos recusam o convite porque se julgam importantes, ou seja, dão importância a si mesmos e aos seus negócios. A parábola de hoje subverte a ordem estabelecida e nos faz lembrar Maria que canta: “Derrubou os poderosos de seus tronos e exaltou os humildes. Saciou de bens os famintos e despediu os ricos de mãos vazias.”

Não, não entra no Reino quem pensa segundo a mentalidade corrente que aceita qualquer desculpa para se desvencilhar do compromisso com o Senhor e sua obra - participação na festa do Reino. As desculpas dos convidados revelam um excessivo apego às ocupações da vida, os bens possuídos, o trabalho por realizar, o gozo da vida.

Nada disso frustra o desejo de festejar porque os que são considerados indignos ocupam o lugar dos primeiros convidados. Isto nos leva a uma exigência de vida comprometida com as coisas do Senhor e do Reino. Nada poderá tirar de nós a atenção para os sinais que o Senhor nos apresenta, pois ele tem o seu plano e nós devemos saber como responder sim a este plano de salvação que é para todos.

Fica conosco Senhor, e dá-nos um coração capaz de acolher o teu convite no tempo que é teu. Abençoa Senhor a nossa vida e o nosso trabalho. Amém .

Voltar

Rua Souza Dias s/n Lote 325
Icaraí - Niterói - Rio de Janeiro

Rádio Rosa Mística

Tenha também o seu site. É grátis!