Menu

Rádio

www.radiorosamistica.com

Rosa Mística

Evangelho do dia 08/10

08 OUT 2018
08 de Outubro de 2018

Lucas 10, 25-37     

 

“Levantou-se um doutor da lei e, para pô-lo à prova, perguntou: “Mestre, que devo fazer para possuir a vida eterna?” Disse-lhe Jesus: “Que está escrito na lei? Como é que lês?”

Respondeu ele: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu pensamento e a teu próximo como a ti mesmo.”

Falou-lhe Jesus: “Respondestes bem; faze isto e viverás.” Mas ele, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: “E quem é o meu próximo?”  Jesus então contou  “ Um homem descia de Jerusalém a Jericó, e caiu nas mãos de ladrões, que o despojaram; e depois de o terem maltratado com muitos ferimentos, retiraram-se, deixando-o meio morto. Por acaso desceu pelo mesmo caminho um sacerdote, viu-o e passou adiante. Igualmente um levita, chegando àquele lugar, viu-o e passou também adiante. Mais um samaritano que viajava, chegando àquele lugar, viu-o e moveu-se de compaixão. Aproximando-se atou-lhe as feridas, deitando nelas azeite e vinho; colocou-o sobre a sua montaria e levou-o a uma hospedaria e tratou dele. No dia seguinte tirou dois denários e deu-os ao hospedeiro, dizendo-lhe:  Trata dele e, quanto gastar a mais, na volta to pagarei. Qual destes três parece ter sido o próximo daquele que caiu nas mãos dos ladrões?” Respondeu o doutor: “Aquele que usou de misericórdia para com ele”. Então Jesus lhe disse: “Vai, e faze tu o mesmo.”

 

 

Meditando a Palavra:

 

“Quem é meu próximo.”

 

O evangelho de hoje nos ensina que é próximo aquele com que divido o meu pão. Os samaritanos eram desprezados pelos sacerdotes, levitas e pelos mestres, aqueles que ministravam o ensino da lei.

A parábola do bom samaritano quer mostrar que o homem está ferido e precisa de cura. O samaritano que deixa o homem ferido na hospedaria e que voltará no fim dos tempos para retribuir a cada um segundo a medida do bem praticado em favor do homem que precisa de acolhida e libertação dos seus males. Amar o próximo é se fazer próximo do outro, companheiro de viagem e dividir do que tem para que ele goze da plenitude de vida, noutras palavras a libertação de tudo que oprime e esmaga sua vida.

Fica conosco Senhor, e dá-nos um coração generoso, capaz de compreender o sofrimento porque passam muitos dos nossos irmãos e irmãs. Sabemos Senhor, que entre os que te conhecem não pode haver distinção de pessoas, mas antes o cuidado para que o teu amor seja levado a termo, apesar de todas as dificuldades. “Tirou dois denários e deu-os ao hospedeiro, dizendo: cuide dele, e o que gastares mais em meu regresso te pagarei. Queremos Senhor, fazer sempre a tua vontade, por isso te pedimos abençoa a nossa vida e o nosso trabalho. Amém.

Voltar

Rua Souza Dias s/n Lote 325
Icaraí - Niterói - Rio de Janeiro

Rádio Rosa Mística

Tenha também o seu site. É grátis!