Menu

Rádio

www.radiorosamistica.com

Rosa Mística

Evangelho do dia 14/06

14 JUN 2018
14 de Junho de 2018

Mateus 5, 20-26         14/6

 

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 20“Se a vossa justiça não for maior que a justiça dos mestres da Lei e dos fariseus, vós não entrareis no Reino dos Céus.

21Vós ouvistes o que foi dito aos antigos: ‘Não matarás! Quem matar será condenado pelo tribunal’. 22Eu, porém, vos digo: todo aquele que se encoleriza com seu irmão será réu em juízo; quem disser ao seu irmão: ‘Patife!’ será condenado pelo tribunal; quem chamar o irmão de ‘tolo’ será condenado ao fogo do inferno.

23Portanto, quando tu estiveres levando a tua oferta para o altar, e ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, 24deixa a tua oferta ali diante do altar, e vai primeiro reconciliar-te com o teu irmão. Só então vai apresentar a tua oferta.

25Procura reconciliar-te com teu adversário, enquanto caminha contigo para o tribunal. Senão o adversário te entregará ao juiz, o juiz te entregará ao oficial de justiça, e tu serás jogado na prisão. 26Em verdade eu te digo: dali não sairás, enquanto não pagares o último centavo”.

Meditando a Palavra

 

“Eu vos asseguro que se a vossa justiça não exceder a dos escribas e dos fariseus, não entrareis no reino dos céus.”

 

O evangelho de hoje nos ensina que a justiça de que fala Jesus é a fidelidade nova, tornada possível e urgente pela interpretação autorizada que faz da lei.

Vejamos 1 Ped 3,9: “Não pagueis o mal com o mal, nem injúria com injúria; pelo contrário, bendizei; porque foi para isso que fostes chamados, a fim de vos tornardes herdeiros da bênção.” Jesus convida a comunidade cristã para a prática da misericórdia a exemplo do seu Pai celeste. O desafio colocado para a comunidade cristã visa a superação de todo legalismo que nega a misericórdia do Pai. Ao dizer põe-te logo de acordo com o teu adversário, enquanto estás a caminho com ele, Jesus exige que o homem não compareça diante do Deus- juiz estando irado contra outro. Isto tem sentido para os nossos dias porque segundo a palavra vivemos o fim de um tempo, tempo que cremos ser de Jesus, pois a Ele pertence o tempo, a história e a eternidade. Assim como Jesus fez uma oferenda de si mesmo agradável ao Pai. Nós em Jesus precisamos cultivar a justiça do Reino, onde só existe lugar para o amor de todo o coração.

Fica conosco Senhor e conserva em nós a firme confiança de que não existe verdadeira justiça sem amor. Abençoa Senhor a nossa vida e o nosso trabalho. Amém

Voltar

Rua Souza Dias s/n Lote 325
Icaraí - Niterói - Rio de Janeiro

Rádio Rosa Mística

Tenha também o seu site. É grátis!